andrea murad
Blog Marrapá – O movimento para instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de apurar falcatruas da gestão passada na  área da saúde ganhou força depois das acusações de uso das aeronaves fretadas pelo governo Roseana Sarney na campanha política de Andréa Murad, filha do ex-secretário Ricardo Murad.
Na manhã desta quinta-feira (30), os deputados estaduais se reúnem para discutir a criação da comissão, que necessitaria de pelo menos 14 assinaturas para sair do papel.
De acordo com as denúncias levadas à tribuna, Andrea teria se apropriado dos helicópteros da empresa PMR Táxi Aéreo para se deslocar pelo interior durante a campanha eleitoral passada.
Acontece que as aeronaves à disposição da Secretaria Estadual de Saúde (SES) não poderiam, por força de contrato, ser utilizadas para outras finalidades além do transporte de doentes, de equipes técnicas e de materiais hospitalares; nem ser locadas a terceiros.
Se for instalada, a CPI também deve alcançar o cunhado de Andrea — o deputado goleiro Sousa Neto — e esclarecer a estranha relação entre os atos de campanha de ambos os parlamentares e o mapa oficial de voos pagos com recursos da saúde pública.